Os sabores e os aromas do Porto ilustram bem a diversidade e o dinamismo da cidade. Dos pratos mais tradicionais, que nos recordam a infância e a cozinha da nossa avó, ao toque irreverente e criativo dos chefes mais jovens. Descobrir o Porto à mesa é sem dúvida uma saborosa e apetitosa forma de compreender melhor as gentes e as tradições da cidade. Sentar-se à mesa e deliciar-se com a gastronomia e a cozinha da Invicta e do Norte de Portugal é obrigatório para quem chega de fora. É a arte de petiscar e de bem servir.  

leia a entrevista com Patrícia e Emanuel de Sousa

A cozinha portuense é muito tradicional.
Quais são os pratos que mais característicos e que merecem ser provados por quem vos visita? 
PATRÍCIA Para os mais ousados, sem dúvida, as Tripas à Moda do Porto. O prato portuense mais típico, que deu nome aos seus habitantes (‘tripeiros’ ). Conta a lenda que, quando no século XV o Infante D. Henrique liderou a expedição militar que partiu à conquista de Ceuta, os portuenses deram toda a sua carne para abastecer as tropas, ficando apenas com as tripas. Um gesto de grande altruísmo que despertou a criatividade dos locais. Sem carne, os habitantes acabaram por cozinhar em alternativa as tripas em estufado. Nascia assim a tradição. 
EMANUEL Para os mais ‘conservadores’ , o Bacalhau à Gomes de Sá. Um negociante de bacalhau, o gastrónomo José Luís Gomes de Sá Júnior é o autor da receita, uma das mais populares e saborosas formas de cozinhar bacalhau. Cortado em pequenas lascas, amaciadas em leite, o peixe é depois cozinhado com azeite, alho, cebola e acompanhado com azeitonas pretas, salsa, batatas aos quadrados e ovos cozidos. 

Form Reservas

you can also complete your booking on our online platform https://rosaetal.hstayspms.pt/Booking#offers